3 de Novembro, 19h: “A Saudade de Veronika Voss”

Realização: Rainer Werner Fassbinder

Interpretação: Rosel Zech, Hilmar Thate, Cornelia Froboess, Annemarie Düringer, Doris Schade, Armin Mueller-Stahl, Johanna Hofer, Rudolf Platte, Eric Schumann

ALEMANHA – 1981, 104’

Inspirado pelo destino da estrela de cinema Sybille Schmitz, do estúdio alemão da UFA, famosa nos anos 40, e que se suicidou no fim dos anos 50, Fassbinder narra uma história sombria do pós-guerra: a actriz Veronika Voss, viciada em drogas, não consegue voltar a ter o sucesso do passado. Desespera e suicida-se. Na rádio ouve-se a benção de Páscoa do Papa.

Neste segundo filme de sua trilogia sobre a Alemanha dos anos cinquenta – o início do “milagre económico” – Fassbinder utiliza de modo soberano os elementos visuais do antigo melodrama dos estúdios da UFA (Universum Film AG)

VERONIKA VOSS conta uma história que contrasta com as histórias de sucesso das heroínas Maria Braun e Lola. Veronika Voss não consegue integrar-se no processo da reconstrução e, em vez de se adaptar, agarra-se aos sonhos do passado, e torna-se dependente do álcool e morfina. As suas lembranças transformar-se-ão num obstáculo instransponível para o seu êxito no presente.

Penúltimo filme realizado por Fassbinder, antes da sua morte por overdose em 10 de Junho de 1982.

 

 

Advertisements

Os comentários estão fechados.