16 de Junho: 19h “La Pivellina – A Pequenina”

Realização:Tizza Covi/Rainer Frimmel

Interpretação: Asia Crippa, Patrizia Gerardi, Walter Saabo,Tairo Caroli

ITÁLIA/ÁUSTRIA 2009, 100’  M/12

Depois de terem realizado um documentário sobre o mundo do circo e das suas pequenas companhias (Babooksa), premiado no DocLisboa 2006, a dupla Tizza Covi e Rainer Frimmel apresentam sua primeira obra de ficção – LA PIVELLINA – ganhadora do Indie Lisboa 2010.

Os realizadores fazem questão em afirmar que “respeitando sempre a realidade do documentário, nela se baseiam para ficcionar”.

O filme traz-nos a visão de um sítio real (San Basilio) e dos seus habitantes marginais e marginalizados, numa zona que reúne os problemas dos bairros periféricos das grandes metrópoles, onde podemos apanhar ecos de Pasolini, evocando o neo-realismo italiano, com um cheirinho do realismo social dos irmãos Dardenne, o circo de Fellini e a humanidade de Rossellini.

Do enredo, pouco há a dizer: uma menina de 2 anos , a “pivellina” do título , é encontrada por Patrizia, uma artista de circo, abandonada num baloiço. A mãe deixou um bilhete dizendo que virá buscá-la em breve. Patrizia, contrariando o marido, decide cuidar da pequenita como se fosse da família, com a ajuda de um adolescente também ligado ao circo, um microcosmos solitário, mas solidário.

Com uma grande economia emocional e sem cair na facilidade da lágrima ou do miserabilismo militante, o filme descreve, com actores não profissionais, um modo de vida, suas pequenas alegrias e as dificuldades dos artistas, onde pontua Asia Crippa, uma jovem revelação, com um extraordinário sentido de improvisação.

A tradição neo-realista a afirmar-se no novo cinema italiano.

Os comentários estão fechados.